Home > Destaques > Conselho do Tricolor irá discutir sobre o balanço e contrato da Adidas

Conselho do Tricolor irá discutir sobre o balanço e contrato da Adidas

A reunião deverá ser no dia 26 de março e eles irão discutir e votar o contrato com a Adidas e o balanço patrimonial de 2017, que fechou com um superávit

O Conselho Deliberativo do Tricolor deverá se reunir no dia 26 de março para discutir e votar o balanço patrimonial de 2017 e o contrato com a Adidas, a nova fornecedora de material esportivo. 

Os valores com a Adidas foram aprovados pela diretoria executiva e pelo Conselho de Administração. Apesar da cifras ser mantida em sigilo, estima-se que o São Paulo terá direito a 26% de royalties por produto logo de cara. Se as vendas chegarem a um determinado valor no ano, ativa-se um gatilho que eleva essa porcentagem para até 30%. Não houve comissão para terceiros no acerto.

Na reunião o Conselho também irá discutir sobre o balanço patrimonial do ano passado. A previsão é de que seja apresentado um superávit (lucro) no balanço de aproximadamente R$ 15 milhões, embora o orçamento inicial fosse de R$ 7,5 milhões de déficit. Esses números serão apresentados antes ao Conselho de Administração (possivelmente no dia 19) e posteriormente ao Deliberativo.

O superávit no balanço se dá pelas vendas de jogadores no ano passado, são eles: David Neres (Ajax), Lyanco (Torino), Maicon (Galatasaray), Luiz Araújo (Lille), Thiago Mendes (Lille) e o garoto Augusto Galvan (Real Madrid) renderam R$ 184,5 milhões, dos quais o Tricolor ficou com R$ 162,8 milhões e recebeu em 2017 a quantia de R$ 108,9 milhões em virtude das negociações parceladas.

No fim do ano passado, a previsão orçamentária para 2018 era de que seria necessário arrecadar R$ 90 milhões em vendas de atletas. Ou seja, ainda temos muita emoção pela frente, já que essa diretoria parece esquecer que ganhar títulos também ajuda no financeiro do clube.

Fonte: Globoesporte.com
Foto: globoesporte.com