Cícero sobre o clássico: “Dinheiro não faz gol”

Apesar do grande investimento do rival, o volante acredita que o São Paulo irá encarar o SEP de igual para igual no clássico deste sábado

Em entrevista, Cícero reconhece que o investimento do rival em contratações é bem maior que o do Tricolor, mas para o jogador, quando os times entrarem em campo, essa diferença fica do lado de fora.”

É o maior investimento do Brasil, mas em campo são 11 contra 11. O dinheiro não faz gol. O que faz gol somos nós em campo. É no 11 contra 11. O Palmeiras tem um elenco que gastou muito mais. Mas é um futebol equilibrado. Não vejo uma equipe muito melhor. Claro que tem uns com mais qualidade. Mas quando equipara os grandes não vejo muita diferença”, ressaltou o são-paulino.

Para o jogador, a motivação a mais para o Choque-Rei deste sábado, às 19h, no Morumbi é manter o tabu que o São Paulo tem de 15 anos sem derrotas para o SEP dentro de casa. Ele espera que o Tricolor aumente o tabu com uma vitória.

LEIA MAIS:

“Cada jogo é um jogo. Espero que esses 15 anos se mantenham, mas não com empate. Com uma grande vitória. Vai encorpar mais no Brasileiro. Clássico ganhamos um (Santos), mas acabamos perdendo dois (Corinthians e Palmeiras). No momento turbulento se cria muita coisa. Perdemos dois e empatamos outro. Clássico está equilibrado. Pode ser um jogo para dar uma resposta boa e encorpar para o resto do ano. Uma vitória nos deixaria bem”, finalizou o jogador.

 

Foto:  Marcelo Hazan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *