in

Centurión brilha na estreia, Boschilia dá show e São Paulo goleia

Argentino dá duas assistências e marca um gol em sua estreia, enquanto Boschilia marca dois. Pato e Kardec fecharam a conta

O técnico Muricy Ramalho promoveu a estreia do zagueiro Doria e do meia-atacante Centurirón, este que foi um dos destaques da equipe que venceu o Bragantino por 5×0 e entrou em campo com alguns jogadores que chamaram a atenção dos torcedores.

Boschilia, Denis, Hudson, Thiago Mendes e o velho esquema usado pelo treinador, o 3-5-2. Muricy então entrou em campo com: Denis; Lucão; Edson Silva e Dória; Thiago Mendes, Hudson, Maicon, Centurión e Boschilia; Alexandre Pato e Alan Kardec.

Entre os estreantes, quem mais se destacou foi Centurión. Com jogadas de velocidade para ligar os contra-ataques, o argentino arrancou gritos de “olé”, participou de dois gols e deixou o seu também.

Já Dória fez uma partida consistente, não teve nenhum trabalho e tampouco comprometeu. Quando foi exigido, mostrou total segurança.

+ ASSISTA OS GOLS DA PARTIDA

O primeiro gol do São Paulo saiu aos 22 minutos do primeiro tempo. Maicon fez belo passe de cavadinha por cima da zaga para Centurión que recebeu e tocou na saída do goleiro, Boschilia, atento completou de carrinho para as redes.

A vantagem aumentou pouco tempo depois, aos 28, com Alan Kardec. Após bela troca de passes, Centurión tocou para dentro da área, a zaga do Bragantino afastou mal, e o camisa 14 chutou forte no canto direito do goleiro Lauro.

Ainda na primeira etapa, aos 35, Pato fez o terceiro do São Paulo. Kardec tocou de primeira para seu companheiro de ataque, que ganhou na velocidade da marcação e chutou cruzado dentro da área.

O intervalo não conteve o embalo do time tricolor, e, logo aos 26 segundos do segundo tempo, o placar virou goleada. Pato partiu para o ataque e tocou para Boschilia, o meia driblou o goleiro, e, quando a bola estava a caminho do gol, Esquerdinha tentou afastar, mas chutou contra a própria meta.

A situação do São Paulo ficou ainda mais tranquila aos 18 minutos. Caio pisou em Maicon e recebeu o cartão vermelho, deixando o Bragantino com um jogador a menos. Já nos acréscimos, Centurión presenteou sua estreia e fez o quinto dos visitantes de cabeça.

+ VEJA O QUE DISSE O ARGENTINO APÓS O APITO FINAL

+ MAICON JÁ DIZ PENSAR EM SER TITULAR E ESPERA O CORINTHIANS

O tricolor agora volta todas as suas atenções para o duelo da próxima quarta-feira, quando estreia na Libertadores já no clássico contra o Corinthians, fora de casa, na Arena do rival.

Com a vitória o São Paulo chega aos 13 pontos e segue na liderança isolada do grupo 1 do Campeonato Paulista, onde no próximo sábado o time são-paulino recebe o Audax no Morumbi.

FICHA TÉCNICA

BRAGANTINO 0 X 5 SÃO PAULO
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data: 14 de fevereiro de 2015, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Luis Alexandre Nilsen (ambos de SP)
Cartões amarelos: Léo Gago, Diego Macedo (Bragantino). Hudson (São Paulo)
Cartão vermelho: Caio (Bragantino)
Gols: SÃO PAULO: Boschilia, aos 21, Alan Kardec, aos 28, e Alexandre Pato, aos 35 minutos do primeiro tempo. Boschilia, a 1, e Centurión, aos 46 minutos do segundo tempo

BRAGANTINO: Lauro; Diego Macedo, Renato Santos, Wellington Reis e Uchoa; Fernando, Muralha (Léo Gago), Caio e Esquerdinha; Erick (Gabriel) e Diego Maurício. Técnico: Marco Aurélio Moreira

SÃO PAULO: Denis; Lucão, Dória e Edson Silva; Thiago Mendes, Hudson (Souza), Maicon, Centurión e Boschilia; Alexandre Pato (Cafu) e Alan Kardec (Ademilson). Técnico: Muricy Ramalho

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara