in

Cara “quase” nova no Tricolor

Executivo da penalty assume lugar de Bourgeois como CEO do tricolor

Paulo Ricardo de Oliveira de 52 anos, é presidente da Penalty e agora será o novo CEO (Chief Executive Officer) do São Paulo, substituindo Alexandre Bourgeois. Até o final do mês vai acumular os dois cargos, mas a partir de outubro, se dedicará exclusivamente ao Tricolor.

– Fiquei extremamente feliz com o convite e acredito que, com minha experiência corporativa e o apoio de todos os vice-presidentes, diretores e conselheiros, possa contribuir para o sucesso do projeto e fazer do clube benchmark no meio esportivo. Mas que acima de tudo, possa contribuir na gestão do presidente Aidar para que o São Paulo Futebol Clube tenha excelentes resultados dentro de campo, para atender às expectativas de nossa torcida apaixonada – disse o novo CEO, em comunicado oficial.

B3TkOjkIcAE3UxJ

Paulo Roberto e a Penalty tiveram uma relação conturbada com o São Paulo nos últimos dois anos. Primeiro com atrasos no pagamento das cotas seguidas de reclamações da qualidade do material da empresa, mas o maior erro foi cometido com o goleiro e capitão Rogério Ceni, que cogitava sua aposentadoria no final do ano passado.

Uma camisa foi produzida especialmente para o M1to e seria mostrada em uma coletiva de empresa. Só que no anúncio da coletiva, a chamada era: “a última camisa de Rogério Ceni”, como se o jogador já tivesse decidido parar. Houve uma enorme polêmica, o camisa 1 reclamou publicamente e o evento acabou cancelado. O acordo entre Penalty e São Paulo era válido até o final deste ano, mas a rescisão foi antecipada e o Tricolor fechou acordo com a Under Armour.

Paulo Ricardo de Oliveira será integrante do novo plano de profissionalização do clube, anunciado por Aidar.

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara