Cadê a base?

Lesões e o momento ruim no Campeonato Brasileiro fazem os garotos de Cotia terem poucas oportunidades como titulares do São Paulo

O técnico Dorival Júnior é reconhecido por ter bons trabalhos com jovens jogadores, principalmente em seu último trabalho no SFC, antes de assumir o Tricolor. Há quase dois meses no comando do clube do Morumbi, o treinador a utilizou até agora só quatro jogadores que vieram de Cotia desde que chegou.

Um dos fatores para os meninos de Cotia serem poucos utilizados pelo técnico são as lesões dos atletas, Júnior Tavares, Araruna e Lucas Fernandes, já sofreram muito com isso. Este junto com Éder Militão, são os que mais tem conseguido ter espaço na equipe. O meia costuma entrar no segundo tempo, e já jogou cinco das dez partidas sob o comando de Dorival, enquanto o zagueiro soma apenas dois jogos.

Júnior disputou as duas primeiras partidas de Dorival pelo Tricolor, mas não foi bem, apresentou falhas individuais e baixo rendimento físico e acabou perdendo espaço no time principal para Edimar. Agora o jogador se recupera de lombalgia, e pode voltar a titularidade pois Edimar não vem bem fazendo boas partidas.  Araruna segue se recuperando de uma lesão.

Mas há casos em que o momento do time no Brasileirão afetam a utilização de novos jogadores, como Shaylon, que subiu para o profissional com o ex-técnico Rogério Ceni, onde jogou oito vezes. Já com Dorival ele ainda não foi utilizado. Nos últimos treinamentos, chegou a ser improvisado na lateral esquerda e até mesmo como centroavante. Brenner é outra caso, o garoto também foi promovido com o ex-goleiro no comando do Tricolor, mas só tem 24 minutos em campo com a nova comissão técnica.

LEIA MAIS:
+ Veja todos os jogos do Tricolor no mês de Setembro

Apesar de não utilizar muito os garotos que subiram da base, Dorival dá atenção a Cotia.  Na última quinta-feira, o treinador observou cinco atletas do sub-17: Miguel, Sena, Marcos Júnior, Ed Carlos e Vitinho. E na semana passada, chamou três do sub-20 para treinar com a equipe: o volante Pedro, para posição em que restaram apenas Petros e Jucilei, o meia Igor Gomes,pela má fase de Cueva, e o ponta Caíque.

Para a próxima partida do São Paulo, contra a Ponte Preta, no Morumbi, o comandante são-paulino deverá utilizar mais uma vez Lucas Fernandes, já que Cueva não vem em uma boa fase e irritou a comissão técnica, jogadores e torcida. Miitão também poderá aparecer no time titular neste sábado (9), mas na lateral-direita, com Bruno machucado e Buffarini em má fase, Dorival optou pelo garoto na posição.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *