Brenner conta com bom retrospecto em Majestosos

O atacante subiu ao profissional em 2017, mas ainda não vingou com a camisa Tricolor, mesmo assim quando jogou dois Majestosos, o jogador foi bem

Brenner se destacou nas categorias de base do Tricolor e logo em 2017 subiu para o profissional. Mas o atacante não vingou nas poucas oportunidades que teve e atualmente mal entra em campo. 

Contudo, o bom retrospecto nos clássicos contra o Corinthians faz do jovem de apenas 19 anos de idade uma boa alternativa para o desfalque do lesionado Pablo para o duelo de volta da final do Paulistão. 

Brenner disputou dois clássicos contra o Corinthians no profissional, e nas duas partidas fez gol. O primeiro foi na primeira fase do Paulistão 2018, e o segundo, por sua vez, foi no segundo turno do Brasileiro do ano passado, quando as equipes ficaram no empate por 1 a 1.

Na primeira ocasião, Brenner começou de titular e balançou a rede aos 26 minutos do primeiro tempo. Já no segundo clássico, o camisa 30 começou a partida como reserva, mas entrou em campo logo aos 25 do primeiro período, graças à lesão de Carneiro. O gol, porém, só saiu aos 36 da segunda etapa, quando o jovem igualou o marcador. 

Ao todo, desde sua estreia em 2017, são 28 jogos disputados pelo profissional do São Paulo, sendo apenas 10 como titular e com quatro gols marcados. Os números são bem menos expressivos dos apresentados nas categorias de base do clube, como, por exemplo, em relação à temporada impressionante no sub-17, pelo qual anotou 42 gols em 21 aparições, sem contar os títulos conquistados.

E é justamente em função dos brilhantes números na base e das atuações razoáveis no profissional que chama atenção a pouca utilização do jovem até o momento. O técnico que mais o colocou para jogar foi Dorival Júnior, no início de 2018. Porém, com a chegada de Diego Aguirre, o espaço diminuiu e ele foi reaproveitado no time sub-23 do Tricolor, que acabou sendo campeão do Brasileirão de Aspirantes e contou com quatro gols do garoto.

Na temporada atual, foram apenas cinco partidas disputadas por Brenner, nenhuma como titular. Com Pablo de fora, a disputa pela posição fica por conta do camisa 30 e de Gonzalo Carneiro, únicos atacantes de ofício do elenco. Contudo, o preferido da comissão técnica tem sido o uruguaio, que, apesar disso, não vem apresentando um grande futebol. Quando não, até o meia Everton Felipe chegou a ser improvisado no setor.

Foto: Rubens Chiri
Fonte: Terra.com