Atuações – Audax 4 x 2 São Paulo

ATUAÇÕES

SIDÃO [GOLEIRO]: O primeiro jogo do camisa 12 no Paulistão esteve longe da atuação do goleiro na Florida Cup. Com a titularidade em mãos, Sidão foi refém do sistema defensivo que falhou durante a partida. No primeiro gol, apesar do chute no centro da meta, foi uma finalização em alta velocidade. No segundo e terceiro gol (penalti), o goleiro não teve culpa. Fez algumas boas defesas no jogo. NOTA: 5

DOUGLAS [ZAGUEIRO]: Não demonstrou tanta segurança como no Majestoso nos Estados Unidos. Mais centralizado, o camisa 26 permitiu os avanços do ataque rápido do Audax, precisa de mais sincronismo. Foi sacado para a entrada de João Schmidt no segundo tempo. Salvou um ataque com precisão no primeiro tempo. NOTA: 4

MAICON [ZAGUEIRO]: Complicou-se também no sistema defensivo com praticamente 3 zagueiros, quando o São Paulo não tinha a posse de bola. Cedeu espaços para o ataque e não conseguiu acompanhar os avanços do sistema ofensivo do time de Osasco. NOTA: 4

RODRIGO CAIO [TERCEIRO-ZAGUEIRO]: Com mais liberdade à frente da zaga, hora como volante quando tinha a posse de bola, Rodrigo Caio não conseguiu ser efetivo na saída de bola com qualidade. Ficou um pouco confuso quando atacava e quando defendia. Levou um amarelo de graça, ao puxar a camisa do adversário. NOTA: 4

THIAGO MENDES [VOLANTE]: Com pouca participação, o camisa 23 ficou apagado na partida. Tentou criar algumas jogadas do meio para frente, mas sem sucesso. No segundo tempo isolou um rebote, de forma vergonhosa. NOTA: 4

BUFFARINI [ALA]: Dessa vez o argentino esteve muito longe do que pode demonstrar. Em sua nova função, agora pelo lado esquerdo, Buffarini não conseguiu ligar o time ao ataque e ficou marcado por cometer o penalti do quarto gol do Audax. NOTA: 3,5

BRUNO [ALA]: Desaparecido. Assim como Buffarini, o camisa 2 que disputou sua centésima partida com a camisa do São Paulo, Bruno não teve sucesso na ala direita do campo, nem para voltar, nem para atacar. NOTA: 3,5

CUEVA [MEIA]: Fez um bom primeiro tempo, foi um dos pilares do time na reação do placar na etapa inicial. Foi dos pés do camisa 10 que saiu o passe para o primeiro gol de Chavez. Mais tarde o peruano acertou uma bola na trave em cobrança de falta nos minutos finais da etapa inicial. No segundo tempo, foi caindo de produção e pouco pôde fazer com o sistema defensivo bagunçado. NOTA: 6,5

LUIZ ARAÚJO [PONTA]: Foi bastante arisco no ataque, responsável pelas jogadas de infiltração, o camisa 31 teve bastante oportunidades de deixar sua marca, mas as finalizações continuam sendo um problema para o garoto. Na armação foi destaque, mas no chute um desastre. NOTA: 6

WELLINGTON NEM [PONTA]: Jogou até cerca de 35 minutos do primeiro tempo, quando deixou o campo com dores na coxa. Enquanto esteve em campo, nada criou. NOTA: 3,5

CHAVEZ [ATACANTE]: O criticado camisa 9 foi quem reascendeu as luzes no jogo. Autor de dois gols no primeiro tempo, colocou o Tricolor de volta na partida. O primeiro tento, Chavez saiu de cara para o goleiro e com tranquilidade matou a jogada. No segundo, virou para cima do marcador e chutou forte no canto. Já na etapa complementar o argentino deu sangue, mas não contou com a astúcia da zaga que conseguiu bloquear as boas finalizações do artilheiro da partida, que deixou o campo por exaustão. NOTA: 7,5

TÉC. ROGÉRIO CENI: A estreia do M1TO em solo brasileiro foi longe do que se imaginava. O técnico viu o time ficar dois gols atrás do marcador logo de início, mas arrumou a equipe aos poucos, até empatar. Na segunda etapa, faltou ajustes no setor defensivo que claramente precisa ser analisado. É muito cedo para criticar, além das peças prometidas pela diretoria, que jamais chegam… NOTA: 6


SUPLENTES: 

JOÃO SCHIMIDT/CÍCERO/GILBERTO: O camisa 15 entrou no lugar de Douglas na segunda etapa, para tentar uma reação com mais qualidade no meio de campo, mas não conseguiu arrumar o jogo. Já Cícero entrou no lugar de W. Nem ainda na primeira etapa, mas pouco se viu do camisa 8 que está abaixo do que pode apresentar. O atacante Gilberto entrou no lugar de Chavez, mas não levou perigo ao gol adversário. NOTA GERAL: 5

Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *