Análise do elenco Tricolor – Goleiros

Neste fim de ano, vamos publicar uma análise dos jogadores que vestiram a camisa do Tricolor em 2017 até o fim da temporada

Nosso primeiro “episódio” será com os goleiros, onde este ano, tivemos três defendendo a meta são-paulina.

Veja aqui nossa análise sobre eles e comente você também.

GOLEIROS

Renan Ribeiro: Veio ao São Paulo para disputar vaga com Denis para substituir Rogério Ceni e após lesões, perdeu a chance de ser o titular em 2016. Fez duas boas partidas no fim do campeonato e começou a ter mais carinho por parte dos torcedores.

Este ano, quando assumiu a posição de titular, foi muito bem, mas com o tema de sua renovação, foi caindo de rendimento e sofrendo gols “bobos” até perder a vaga. Dizem que Leco teve forte interferência na ida do goleiro ao banco. Contrato até 28/05/2018.

Sidão: Contratado a pedido de Rogério Ceni por ter boa saída com os pés, o goleiro revesou com Denis na Florida Cup e foi determinante na conquista do tricolor ao defender quatro cobranças de pênaltis, contra River e SCCP.

Perdeu a vaga no time titular par Renan ainda no Paulistão. Sofreu uma lesão e só voltou ao time em agosto, porém, sem ritmo de jogo e falta de segurança foi muito contestado pela torcida. Logo foi evoluindo, e como titular absoluto do time, foi determinante e decisivo em algumas partidas, ajudando muito o tricolor permanecer na primeira divisão do Brasileirão. Contrato até 31/12/2018.

Denis: Foi o titular após a saída de Rogério Ceni. Substituiu o M1to logo em uma Libertadores, onde cometeu alguns erros. No Brasileirão esteve na fatídica goleada sofrida pelo time de Itaquera, além de ser goleado no Allianz Parque e cometer erros em ambos os jogos.

Seu nome não era bem-vindo por muitos torcedores e por parte da diretoria. Após ter um 2017 sem muitas chances, não seguiu no Tricolor. Contrato encerrado.

Lucas Perri: Multi-campeão com a base, o goleiro de 1,96 m passou a treinar com o time profissional em 2015, mas retornou ao time sub-20. Este ano, com Ceni, subiu ao elenco profissional e foi relacionado para a partida contra o Defensa y Justicia, na Argentina.

Com a chegada de Dorival, o goleiro foi relacionado em algumas partidas. Agora, não se sabe se seguirá como terceiro goleiro do Tricolor, ou se será emprestado para ganhar “rodagem”, pois há times da segundona de olho nele. Contrato até 30/07/2019.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *