in ,

Presidente do Flamengo diz que Aidar pediu desculpas a ele

Eduardo Bandeira de Mello fez a afirmação sobre Aidar pouco antes do clássico pela semifinal do Carioca

Com a vinda praticamente confirmada de Alejandro Sabella para ser o novo técnico do São Paulo, de acordo até mesmo com um importante nome da imprensa esportiva, e a negativa dada por Vanderlei Luxemburgo em entrevistas, a possibilidade de Luxa treinar o tricolor nesse momento ficou extremamente remota.

O tema voltou a ganhar força ontem a tarde, pouco antes do clássico carioca entre Vasco e Flamengo. Antes de entrar no Maracanã, o presidente flamenguista Eduardo Bandeira de Mello disse aos repórteres que recebeu um telefonema de desculpas dado pelo mandatário são-paulino Carlos Miguel Aidar:

“O presidente do São Paulo me procurou e me disse que não tinha interesse em levar o Vanderlei. Disse que sabia que tinham feito um contato com ele (Luxemburgo) mas que não havia sido feito diretamente por ele e me pediu desculpas. O importante é que o Vanderlei preferiu ficar no Flamengo, ele está comprometido conosco e nós com ele e vamos juntos para tentar ganhar.”

+ Desfalques de Liberta para o meio-campo do São Paulo

A declaração de Bandeira de Mello é um pouco diferente do que disse Aidar na última sexta-feira, em entrevista coletiva no CCT da Barra Funda. Na oportunidade, o mandatário do tricolor afirmou ter descartado a possibilidade de trazer Luxemburgo justamente pelo fato do técnico se mostrar muito envolvido com o clube da Gávea, porém dizendo que o contato com o treinador foi direto:

“Eu gosto muito dele, tenho uma simpatia muito grande e o receberia de braços abertos. Mas ele está disputando a reta final do Carioca. Ontem, falei com ele e ele deixou muito claro que não sai do Flamengo. Ele tem contrato até dezembro. Luxemburgo está definitivamente descartado.”

O que achou?