A vitória da vida para Hudson

Volante coloca importância não só para o clube, mas também como fundamental para a sua carreira

É o momento de tentar transmitir confiança e se preparar para uma dura missão na noite de amanhã, às 22h, no Estádio do Morumbi. Assim como foi há dois anos atrás, quando precisava vencer o Atlético-MG em casa para seguir na Libertadores, dessa vez o rival SCCP está no caminho.

Durante a tradicional entrevista coletiva após as atividades no CCT da Barra Funda, o volante Hudson disse que o duelo de amanhã não vale somente a classificação do São Paulo, mas também um jogo de extrema importância para a sua vida:

+ Trajeto Uruguai-Brasil apontado como vilão por Milton Cruz

“A gente tem que buscar confiança em nós mesmos para esse jogo. Por mais que não tenha ganhado clássicos, nosso time é feito por excelentes jogadores, de Seleção Brasileira. Teremos um jogo em casa, com apoio da torcida, e tenho certeza que faremos um grande jogo para apagar tudo isso de mal que pensam da gente. Será o jogo do ano, o jogo da minha vida. Vão (SCCP) querer eliminar a gente, mas nosso desejo de vencer será maior do que isso.”

Outro fator que Hudson fez questão de destacar é que a equipe do Morumbi não pode, em momento algum, contar com um tropeço do San Lorenzo-ARG diante do frágil e último colocado da chave Danubio-URU jogando no Nuevo Gasometro:

“Contar com o Danubio não dá de maneira nenhuma! Temos que fazer nosso resultado em casa. Temos que esquecer o Danubio e fazer nossa parte.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *