in

A vergonha de Muricy Ramalho

Muricy classifica que está envergonhado com o desempenho da equipe

Ao menos até o presente momento, Muricy Ramalho é o técnico do São Paulo. E, falando como tal, o técnico são-paulino voltou a colocar a necessidade de um maior empenho por parte dos atletas como seu principal apontamento logo após a derrota diante do Botafogo-SP.

Durante a coletiva, Muricy foi objetivo com relação ao que está faltando para o time se encaixar, citando também o revés no meio de semana para o San Lorenzo-ARG:

“Temos de vibrar mais. Jogador sem confiança tem dificuldade, mas temos a obrigação de jogar mais. “No primeiro tempo nós até jogamos melhor. Falamos algumas coisas no futebol como “falta correr”. Mas, na verdade, acho que falta jogar mais. E depois que tomamos o gol, complicou um pouco. Jogamos bem posicionados na Argentina, mas faltou profundidade. Já hoje fomos bem no primeiro tempo, mas é difícil falar nesse momento para achar uma resposta. Estamos envergonhados.”

+ Rogério Ceni tem mais títulos internacionais que os rivais

O comandante também falou sobre a questão psicológica que costumeiramente afeta a equipe com relação a sair atrás do marcador:

“Tem de encarar os problemas e melhorar. Procuramos colocar os moleques para jogar, mas quando não aproveitamos as chances, a confiança vai embora. O momento é ruim. Quando tomamos um gol, o time se entrega.”

Depois de receber a Portuguesa na quarta-feira, o tricolor jogará praticamente dois “mata-matas” que podem definir o futuro do São Paulo em 2015 e, porque não, do próprio Muricy. No sábado, a partida das quartas de final do Paulistão perante o Red Bull Brasil. E, na quarta-feira, o duelo contra o Danubio-URU pela Libertadores.

O que achou?