in , ,

A história completa do surgimento do São Paulo Futebol Clube!

Você conhece a história da Fundação do São Paulo Futebol Clube? Vem com a gente então!

São Paulo Futebol Clube, o nome do nosso tão amado clube sempre foi este e tivemos a fundação em 1930, mais precisamente em 25/01/1930 na data de aniversário da cidade. O Tricolor foi formado a partir da junção de duas equipes Paulistano e A.A. das Palmeiras (não tem nada a ver com o suíno bi-rebaixado).

Existe dentro do São Paulo e na mídia jornalística uma grande divergência de opiniões sobre a real data de fundação do Tricolor, pois em 18 de Dezembro de 1935 o São Paulo Futebol Clube retomou suas atividades após ficar 7 meses sem atividades (vamos aprofundar essa parte mais tarde).

Acontece que o São Paulo de 1930 tinha sede em um bairro chamado de Floresta onde situava-se o seu estádio, por sinal um dos melhores da época – a Chácara da Floresta, então a mídia esportiva tomava como referência o bairro em que se situava o clube apelidando o time de São Paulo da Floresta. O apelido ganhou força e tornou-se popular quando se tratava de São Paulo, chamá-lo de São Paulo da Floresta (assim como é chamado alguns times até hoje, ex.: gigante do beira-rio – Internacional, timinho do parque São Jorge – 2 mundiais uma Libertadores, alvinegro Praiano – Sardinhas, etc.)

Na época de sua fundação o Paulistano (um dos times que deu origem ao SPFC) era o clube de maior poder aquisitivo e possuia os melhores jogadores, como foi Arthur Friedenreich (muitos diziam ser o melhor jogador na época), já o A.A. das Palmeiras sempre teve uma união muito grande com o Paulistano e foi por esse motivo que os times se uniram.

+ Conheça a história de craques e de jogos Históricos do São Paulo FC!

Veja abaixo o time do Tricolor em 1930, observe as siglas SPFC no escudo, ou seja, sempre foi São Paulo Futebol Clube!

O título do Campeonato Paulista de 1931 tornou-se um ícone para esta confusão

O São Paulo Futebol Clube foi o campeão Paulista de 1931 sobre o atual timinho de itaquera, vencendo a final por um placar elástico de 4×1 com gols de Armandinho (2), Friedenreich, Araken (SP); e Guimarães (sccp).

Este título é reconhecido pelo São Paulo até hoje, assim como pela Federação Paulista de Futebol. Foi o primeiro título da história Tricolor! Muitos dizem que o título conquistado em 1931 não pertence ao São Paulo, talvez sejam as mesmas pessoas que acreditam que o São Paulo se chamava de verdade São Paulo da Floresta, mas o título é reconhecido pelo clube e pela federação paulista, que na época se chamava APEA (Associação Paulista de Esportes Atléticos), além de documentos da época que comprovam o título Tricolor.

Foto tirada na final do campeonato Paulista de 1931, o primeiro título do Tricolor, ao fundo a Chácara da Floresta:

A briga entre membros da diretoria e a difusão

Certa parte da diretoria estava descontente com os rumos do futebol no país e decidiu que iriam se fundir com o Clube de Regatas do Tietê para a prática de outros esportes além do futebol. Já a outra parte  formada por torcedores e sócios viu-se prejudicada, pois não apoiava a união com outro clube, e defendia a permanência do São Paulo Futebol Clube!

Até que os sócios entraram na justiça em maio de 1935 contra a opinião da diretoria que queria fundir o time. Os sócios venceram a disputa judicial, mas a diretoria fez uma manobra para transformar a situação e apoiou-se no artigo 2º do estatuto do clube, no qual dizia que apenas os “sócios fundadores”, ou seja, os próprios membros da diretoria que apoiavam a fusão poderiam decidir o futuro do clube. Com 200 dos “sócios fundadores” presentes na Assembléia de decisão, a diretoria venceu e fundiu o clube com o Tietê. Vale lembrar que na época o Tricolor tinha aproximadamente 2 mil sócios, portanto apenas os “interessados” foram convocados, e a grande maioria dos 200 sócios fundadores que eram a favor união com o outro clube.

Resultou-se então que o Clube de Regatas do Tietê fundiu-se com o Tricolor, mas em troca disso não poderia utilizar das cores do São Paulo, assim como o nosso símbolo e uniforme, ficando apenas com a parte patrimonial (física) do clube, neste momento o São Paulo Futebol Clube ficou inativo por esta questão de divisão entre a diretoria.

Os sócios de verdade do nosso Tricolor, inconformados com o resultado apresentado, se uniram no mês seguinte e formaram o Clube Atlético São Paulo, através do Grêmio Tricolor (nome dado aos sócios que se mantiveram unidos) para manter a união do São Paulo Futebol Clube.

Esse time perdurou até o dia 16 de Dezembro de 1935, em uma reunião geral do Grêmio Tricolor  às 20 horas, na rua 11 de Agosto, 9-A, foi decidido o retorno do São Paulo Futebol Clube com todas as suas tradições, símbolos, uniformes e a suas gloriosas cores Vermelha Preto e Branco!

Após o retorno das atividades do Tricolor, o clube foi apelidado por “O Clube da Fé”, pois foi a fé e o amor dos torcedores e sócios que manteve o São Paulo Futebol Clube!

+ Confira os detalhes do ressurgimento do SPFC em 16/12/1935!

Foto do Grêmio Tricolor no dia 16 de dezembro de 1935:

sede1936_crop_galeria

O São Paulo FC celebra oficialmente seu aniversário em 18 de Dezembro, condizente ao ano de 1935! Porém, as glorias e suas origens foram mantidas desde 1930 e nunca foram alteradas!

Elenco Tricolor em 1935 após o novo estatuto:

#AVANTEMEUTRICOLOR!

O que achou?

Escrito por Kaique