Home > Destaques > 15 anos de um dia “inesquecível”

15 anos de um dia “inesquecível”

Todos os são-paulinos se lembram do dia 14 de março de 2004, infelizmente, a lembrança não é tão boa quanto nós gostaríamos

Há exatos 15 anos, o ex-atacante Grafite “entrou para a história” do Tricolor ao marcar dois gols contra o Juventus pelo campeonato paulista. Mas aí você se pergunta. Foram gols que deram o título ao São Paulo? A resposta é NÃO!

Ao marcar dois gols na vitória do São Paulo contra o Juventus, por 2 a 1, o jogador viu sua torcida não ficar muito satisfeita com o que acabava de acontecer. O motivo era claro: a vitória são-paulina livraria o Corinthians do rebaixamento no campeonato paulista daquele ano.

Durante o jogo que aconteceu em São Caetano, a torcida pediu para que o Tricolor, que vencia por 2 a 1, que entregasse o jogo, pois anunciou no alto falante a derrota do Corinthians  para a Portuguesa Santista, ou seja, uma vitória do Juventus seria suficiente para o rebaixamento do rival.

Em entrevista à “ESPN” em 2018, o atual comentarista dos canais SporTV relembrou que chegou a ser chamado de corintiano pela torcida do São Paulo por causa dos dois gols marcados que salvaram o time alvinegro.

O regulamento do Campeonato Paulista daquela edição dividia as equipes em dois grupos, um com 10 times e outro com 11 – a pior equipe de cada chave era rebaixada. No Grupo 1, o Juventus anotou apenas seis pontos, dois a menos que o Corinthians. Já na outra chave, o Oeste foi rebaixado com -2, fruto de uma punição com perda de 12 pontos por escalação irregular de jogadores.

FOTO: Rubens Cavallari / Folha Imagem