Home > Destaques > 14 de janeiro: renascimento do futebol feminino no São Paulo

14 de janeiro: renascimento do futebol feminino no São Paulo

Hoje, com o primeiro treino na temporada da categoria principal, o São Paulo reconhece e legitima a data oficial do Futebol Feminino Tricolor

2019 começa um novo ano para o futebol feminino no São Paulo com uma temporada especial. Após dois anos investindo nas categorias de base, o Tricolor resolveu dar um passo a mais na concretização do sonho de investir na modalidade e anunciou o retorno da equipe principal aos gramados e inclusive apresentou seu primeiro reforço: a atacante Cristiane.

Nesta segunda-feira, 14 de janeiro de 2019, o clube oficializa a data do Futebol Feminino Tricolor. Um marco histórico para a modalidade, que deve ser comemorado todos os anos como o renascimento e o compromisso assumido com as mulheres representantes do futebol nos gramados do Morumbi.

Futebol feminino do Tricolor

O primeiro registro de uma equipe feminina no São Paulo é de 1997. Um dos pioneiros do futebol para mulheres no Brasil, o São Paulo entrou na disputa do Campeonato Paulista e montou uma seleção com grandes nomes como Sissi, Kátia Cilene e Formiga, e não encontrou dificuldades para levantar a taça no final do torneio. Dois anos depois, a equipe conquistou o bicampeonato e perdeu atletas para o mercado exterior, antes de parar as atividades em 2001. O São Paulo ainda teve uma equipe feminina na disputa do Campeonato Paulista de 2015, no qual terminou como vice-campeão.

Há dois anos, em 2017, foi dado o passo inicial para a reedificação do futebol feminino dentro do São Paulo com a implementação da equipe sub-17, inicialmente em parceria com o Centro Olímpico. Desde então, o resultado desta iniciativa são cinco troféus conquistados em cinco torneios disputadosCampeonato Paulista Sub-17, Torneio de Desenvolvimento da Conmebol e Fiesta Sudamericana de la Juventud em 2017. Já em 2018, o time conquistou o título Paulista e o Torneio de Desenvolvimento da Conmebol com 100% de aproveitamento.

FOTO: Divulgação São Paulo FC